CIRURGIA ESPIRITUAL (Em novo Site)
Acessar >>
Portal Espirita
 
   Portal Espirita L.E.M.A.
    Legião Espiritual e Material de Ajuda
    Desde Janeiro de 2000

 


Membros
      Mapa   Mapa
 Dicionario Espirita :
Indice
Inicio
Contato Interno
lbum de encontros
Comunidade MSN
Autor
Oratrio
Grupo de orao
Rdio
Radio Espirita

Radio em nova janela
 
Livros p/ Download

Livros Download 

INDICE DE SEES
: : Transio planetria
: : Filmes Espiritualistas
: : Casas espiritas
: : Livros espiritas
: : Temas
: : Curisosidades
: : Especiais
: : Estudo de Casos
: : Relatos
: : Colunistas
Portal Espirita
 



 

Num primeiro momento, tendemos a responder: "claro que nada!!!". Ser? Incrvel como a carncia afetiva tem se transformado numa verdadeira epidemia. Vivemos num mundo onde tudo o que fazemos nos induz a "ter" cada vez mais. Um celular novo, um sapato de outra cor, uma jaqueta diferente, uma viagem em suaves prestaes... E enquanto isso nos sentimos cada vez mais vazios. Nossa voz interna faz um eco que chega a doer; e tudo o que realmente nos faria sentir melhor seria "apenas" um pouco de carinho.

A carncia to grande, a sensao de solido to forte que nos dispomos a pagar por companhia, por uma remota possibilidade de conseguir um pouco de carinho. Eu sei voc vai dizer: "de forma alguma, eu nunca sa com uma garota ou um garoto de programa; jamais pagaria para ter carinho"!

Pois , mas no de dinheiro que estou falando. No se trata desta moeda. Estou falando das escolhas que fazemos, indiscriminadamente, em busca de afeto. As relaes sexuais fceis e fugazes, a liberao desenfreada de intimidade, a cama que chega nas relaes muito antes de uma apresentao de coraes... a rapidez com que "ficamos", com que beijamos na boca, com que tocamos nossas "zonas ergenas" demonstra exatamente o quanto pagamos. Ou, ao contrrio de tudo isso, a amargura e o mau-humor que toma conta daqueles que no fazem nada disso, que se fecham feito ostras, criticando e maldizendo quem se entrega, quem transa, quem sai em busca de afeto a qualquer preo... Enfim, de uma forma ou de outra, esto pagando pelo carinho que no do e pelo carinho que, muitas vezes, no se permitem receber.

Ou seja, se sexo realmente fosse to bom, poderoso e suficiente quanto "prometem" as revistas femininas, as cenas calientes das novelas ou os sites erticos, estaramos satisfeitos, no ? Mas no estamos definitivamente no estamos!

Sabe por qu? Porque falta contedo nestas atitudes, nestes encontros. No se trata de julgamento de valor nem de pudor hipcrita. Trata-se de constatao, de fato! Muito mais do que orgasmos mltiplos, precisamos urgentemente de um cafun, de um abrao que encosta corao com corao, de um simples deslizar de mos em nosso rosto, de um encontro de corpos que desejam sobretudo fazer o outro se sentir querido, vivo. Tocar o outro acordar as suas clulas, reavivar seus poros, oferecer um alento, uma esperana, um pouco de humanidade, to escassa em nossas relaes.

Talvez voc pense: mas eu no tenho ningum que esteja disposto a fazer isso comigo, a me dar este presente. Pois . Esta a matemtica mais enganosa e catastrfica sob a qual vivemos. Quem disse que voc precisa ter algum que faa isso por voc?!?
No! Voc no precisa, acredite! De pessoas espera de solues o mundo est farto! Precisamos daqueles que esto dispostos a serem "a" soluo! Portanto, se voc quer transformar a sua vida num encontro amoroso, torne-se o prprio amor, o prprio carinho, a prpria carcia. Torne-se a diferena na vida de pessoas, do maior nmero de pessoas que conseguir.

A partir de hoje, ao invs de sair pra balada dizendo que quer "beijar muuuuito", concentre-se na sua capacidade de dar afeto e surpreenda-se com o resultado.

Li a tempos atrs um texto sobre "(cuddle parties)",uma nova onda em Nova Iorque. Pessoas acima dos 30 anos pagam at 30 dlares para participar de uma festa onde os convidados se abraam se tocam sem a inteno de sexo (alis, sexo proibido nesta festa). Meu Deus, que coisa horrvel no ter algum ao seu lado que voc possa tocar que voc possa acariciar.

Sabe, a gente tem medo de dar carinho e ser rejeitado, de tocar o outro e ser chamado de "pegajoso". E no estou falando de tocar estranhos, no... Estou falando de tocar amigos, familiares, pai, me, irmo, marido, esposa, namorado. Estou falando de afeto com aqueles que, teoricamente, so os mais prximos de ns, aqueles que em nossa agenda colocamos o nome para serem avisados caso algum acidente acontea conosco.

Sugiro que, a partir de hoje, voc comece a se tornar uma pessoa carinhosa, no jeito de falar, no jeito de ouvir, no jeito de chegar e de sair... Faa um cafun em algum que voc gosta. Voc vai se sentir um pouco estranho, talvez o outro sinta at o corao disparar e pense "nossa, o que eu fao agora, o que eu digo, o que est acontecendo"? Mas no desista! D carinho, mais e mais... e faa parte do "clube dos saciados", diminuindo o nmero de pessoas contaminadas pela carncia.
Oferea carinho gratuitamente e voc passar a "pagar" por ele cada vez menos!

Biba-quarta-feira, 19 de abril de 2006


 Comentários (Total: 5 )

Biba, hoje quase um ano depois estou lendo este texto, maravilhoso, perfeito. Nada é por acaso. Hoje, em tratamento médico e espiritual, por causa de uma depressão ,que além de me matar um pouquinho a cada dia, me fez perder "amigos", afastar parentes (irmã, sobrinhos, até mãe), pois ninguém compreende ou aceita uma doença que não aparece em ultrassom, em tomografias e etc., . Além da falta do toque fisco, do aconchego, do simples acolhimento e entendimento dessa dor que ninguém sabe onde se localiza, mas é diria e real, estou s . O telefone não toca, acampainha, não toca,pois a maioria das pessoas não gosta muito da infelicidade dos outros. Quero dar e receber carinho, abraços, cheiros gratuitamente.Acho que hoje, mesmo sem ter nenhuma doença contagiosa, ns estamos nos afastando fisica e afetivamente uns dos outros. Nada é mais curador do que um abraço.

                                    Obrigada por este texto lindo que parece ,(preconceituosamente falando) ter sido escrito por uma alma feminina.

ilzinha

 

 

 

 

 

 

 


Biba, amei o texto!
Lindo e de uma sensibilidade muito grande.Somos todos muito carentes, e hoje em dia ser carinhoso(a) causa espantos em muitas pessoas.
Parabéns!
Cntia Vieira


Biba, tenho lido tudo o que você escreve, parabéns! Você consegue com sua sensibilidade abordar temas que nos faz refletir e buscar mudanças comportamentais, especialmente no emocional. Referindo-me ao texto acima, dispensa qualquer comentrio, é muito claro. Especialmente num momento de transição em que pessoas buscam respostas para o vazio. E não conseguem perceber que podem preencher uma boa parte com atenção e amor ao prximo e a si mesmo. Infelizmente, muitos confundem CARINHO com CARCIAS, LIBERDADE COM LIBERTINAGEM. Mas ainda bem que pessoas como você, lembram que ainda é tempo de mudar, amar verdadeiramente, tocar o outro sem malcias. Que Deus te ilumine agora e sempre.

Pessoa.


agradeco o carinho gentileza e entendimento das amigas acima postadas...e volto a salientar que com relação aos entendimentos, sinto-me acarinhada...e é isso que ns, seres encarnados, necessitamos mais e mais, creio que cada um fazendo um pouco, iniciando esse percurso longo a se percorrer, que é o de "dar carinho", teremos em algum tempo uma humanidade mais gentil e generoza, pois deacordo com os preceitos da doutrina,  "È dando que se recebe".

Abraços fraternais a todos!!! 


Ol Biba! Adorei o texto e tua forma gostosa de escrever.

 Engraçado a gente observar que j percebemos que no mundo h falta de afeto, atenção e que a solidão parece ser mesmo um dos mal do século. Mas quantos se dispõe a sair de si mesmo, doar esse carinho e ser companhia, dar ao invés de esperar sempre receber? Não falo do sexo, que na maioria da vezes, mais tem haver com fuga e prazer-por-prazer que com a troca sagrada de energias.  

A coisa acontece  como tu falou mesmo  'se você quer transformar a sua vida num encontro amoroso, torne-se o prprio amor, o prprio carinho, a prpria carcia. '

Estou levando o post pr repassar, com teus os créditos. Não encontrei restrições no site, mas se não puder, me avisa, por favor e retiro a postagem.

Um grande e carinhoso abraço a todos!

 Valerie

Celeiro de Luz


Caros irmos, a partir de 30/10/10 novo sistema de comentarios.


   Visitas: 61002
Comentrios: 0
Envio: 30Set201120:10
Autor(a): biba
Cmara aprova Dia Nacional do Espiritismo
   Visitas: 57188
Comentrios: 0
Envio: 27Jul201116:31
Autor(a): biba
   Visitas: 107920
Comentrios: 41
Envio: 30Set200815:17
Autor(a): biba
Deus no te Fez para sofrer!
   Visitas: 112600
Comentrios: 63
Envio: 28 Dez 2007 11:00
Autor(a): biba
Eu fiz 5 mil abortos - Aborto
   Visitas: 90612
Comentrios: 24
Envio: 19 Mar 2007 18:43
Autor(a): biba
Como doar sem ter?
   Visitas: 99074
Comentrios: 66
Envio: 25 Out 2006 15:20
Autor(a): biba
Sem aceitar o sofrimento, no encontramos a felicidade
   Visitas: 132382
Comentrios: 149
Envio: 9 Abr 2006 13:25
Autor(a): biba
Suicidio
   Visitas: 123382
Comentrios: 53
Envio: 7 Abr 2006 16:53
Autor(a): biba
Planejamento Reencarnatrio
   Visitas: 98404
Comentrios: 6
Envio: 24 Fev 2006 15:49
Autor(a): biba
Recriando o paraiso na terra
   Visitas: 137639
Comentrios: 69
Envio: 20 Fev 2006 10:35
Autor(a): biba
Introduo
   Visitas: 118077
Comentrios: 77
Envio: 19 Fev 2006 20:52
Autor(a): biba
Mensagem de Ashtar Sheran Terra
   Visitas: 110460
Comentrios: 62
Envio: 19 Fev 2006 20:39
Autor(a): biba
As contradies da Biblia
   Visitas: 61002
Comentrios: 0
Envio: 30Set201120:10
Autor(a): biba
Cmara aprova Dia Nacional do Espiritismo
   Visitas: 57188
Comentrios: 0
Envio: 27Jul201116:31
Autor(a): biba
   Visitas: 107920
Comentrios: 41
Envio: 30Set200815:17
Autor(a): biba
Deus no te Fez para sofrer!
   Visitas: 99485
Comentrios: 14
Envio: 21 Apr 2008 11:04
Autor(a): biba
Porque pais matam filhos
   Visitas: 79567
Comentrios: 12
Envio: 22 Dez 2007 05:31
Autor(a): biba
Florilgio Natalino
   Visitas: 113469
Comentrios: 66
Envio: 5Nov200609:42
Autor(a): biba
Evangelho no lar
   Visitas: 118284
Comentrios: 52
Envio: 4 Nov 2006 08:50
Autor(a): biba
Tragdias coletivas: por qu?
   Visitas: 85610
Comentrios: 15
Envio: 21 Jun 2006 23:28
Autor(a): biba
Doena - como enfrentar?
   Visitas: 89627
Comentrios: 13
Envio: 28 Mai 2006 19:34
Autor(a): biba
Divulgao da doutrina - O Dever da Propagao
   Visitas: 91464
Comentrios: 39
Envio: 19 Abr 2006 17:52
Autor(a): biba
Carinho, Porque e quanto pagar por ele?
   Visitas: 97884
Comentrios: 28
Envio: 24 Fev 2006 18:11
Autor(a): biba
A dor de Jesus
   Visitas: 91675
Comentrios: 11
Envio: 20 Fev 2006 11:25
Autor(a): biba
Splica
   Visitas: 87978
Comentrios: 9
Envio: 20 Fev 2006 11:23
Autor(a): biba
T me capturaste, Senhor
   Visitas: 23441
Comentrios: 15
Envio: 30?Jan?2006?23:37
Autor(a): biba
Sananda: Sua histria atravs de Ashtar Sheran e Athena