A GÊNESE

OS MILAGRES E AS PREDIÇÕES SEGUNDO O ESPIRITISMO

A Doutrina Espírita é a resultante do ensino coletivo e concordante dos Espíritos.
A ciência está chamada a constituir a Gênese segundo as leis da matéria.
Deus prova sua grandeza e seu poder pela imutabilidade de suas leis, e não pela sua suspensão.
Para Deus, o passado e o futuro são o presente.

por ALLAN KARDEC

Título do original: LA GENÈSE - LES MIRACLES ET LES PRÉDICTIONS SELON LE SPIRITISME - 5a Edição Francesa



ÍNDICE GERAL
 
INTRODUÇÃO

1659
CAPÍTULO I – CARACTERES DA REVELAÇÃO ESPÍRITA

1663
CAPÍTULO II – DEUS  
Existência de Deus 1697
Da natureza divina 1699
A Providência 1703
A visão de Deus

1707
CAPÍTULO III – O BEM E O MAL  
Origem do bem e do mal 1710
O instinto e a inteligência 1714
Destruição dos seres vivos uns pelos outros

1720
CAPÍTULO IV – PAPEL DA CIÊNCIA NA GÊNESE

1723
CAPÍTULO V – SISTEMAS DO MUNDO ANTIGO E MODERNO

1731
CAPÍTULO VI – URANOGRAFIA GERAL  
O espaço e o tempo 1739
A matéria 1742
As leis e as forças 1745
A criação primeira 1747
A criação universal 1750
Os sóis e os planetas 1752
Os satélites 1754
Os cometas 1756
A Via-Láctea 1758
As estrelas fixas 1759
Os desertos do espaço 1762
Sucessão eterna dos mundos 1764
A vida universal 1767
Diversidade de mundos

1768
CAPÍTULO VII – ESBOÇO GEOLÓGICO DA TERRA  
Períodos geológicos 1771
Estado primitivo do globo 1777
Período primário 1779
Período de transição 1780
Período secundário 1784
Período terciário 1786
Período diluviano 1790
Período pós-diluviano ou atual. – Nascimento do homem

1792
CAPÍTULO VIII – TEORIA SOBRE A TERRA  
Teoria da projeção 1795
Teoria da condensação 1797
Teoria da incrustação 1798
Alma da Terra

1801
CAPÍTULO IX – REVOLUÇÕES DO GLOBO  
Revoluções gerais ou parciais 1803
Idade das montanhas 1804
Dilúvio bíblico 1805
Revoluções periódicas 1806
Cataclismos futuros 1810
Aumento ou diminuição do volume da Terra

1811
CAPÍTULO X – GÊNESE ORGÂNICA  
Primeira formação dos seres vivos 1815
Princípio vital 1822
Geração espontânea 1823
Escala dos seres orgânicos 1825
O homem corporal

1827
CAPÍTULO XI – GÊNESE ESPIRITUAL  
Príncipio espiritual 1829
União do princípio espiritual e da matéria 1832
Hipótese sobre a origem dos corpos humanos 1834
Encarnação dos Espíritos 1835
Reencarnações 1843
Emigrações e imigrações dos Espíritos 1845
Raça adâmica 1847
Doutrina dos anjos decaídos e do paraíso perdido

1850
CAPÍTULO XII – GÊNESE MOSAICA  
Os seis dias 1855
O paraíso perdido

1864
CAPÍTULO XIII – CARACTERES DOS MILAGRES  
Os milagres no sentido teológico

1876
OS MILAGRES
 
O Espiritismo não faz milagres 1878
Deus faz milagres? 1883
O sobrenatural e as religiões

1885
CAPÍTULO XIV – OS FLUIDOS  
Natureza e propriedades dos fluidos. Elementos fluídicos 1888
Formação e propriedades do perispírito 1891
Ação dos Espíritos sobre os fluidos. – Criações fluídicas. – Fotografia do pensamento 1895
Qualidades dos fluidos 1897
Explicação de alguns fatos reputados sobrenaturais.  
Visão espiritual ou psíquica; dupla vista; sonambulismo; sonhos 1901
Catalepsia; ressurreições 1906
Curas 1907
Aparições; transfigurações 1908
Manifestações físicas. Mediunidade 1911
Obsessões e possessões

1915
CAPÍTULO XV – OS MILAGRES DO EVANGELHO  
Superioridade da natureza de Jesus 1919
Sonhos 1921
Estrela dos magos 1921
Dupla vista 1922
Entrada de Jesus em Jerusalém 1922
Beijo de Judas 1922
Pesca miraculosa 1923
Vocação de Pedro, André, Tiago, João e Mateus 1923
Curas 1925
Perda de sangue 1925
O cego de Betsaida 1926
Paralítico 1927
Os dez leprosos 1928
Mão seca 1929
A mulher encurvada 1929
Paralítico da piscina 1930
Cego de nascença 1932
Numerosas curas de Jesus 1935
Possuídos 1937
Ressurreições 1941
A filha de Jairo 1941
Filho da viúva de Naim 1942
Jesus anda sobre a água 1943
Transfiguração 1944
Tempestade acalmada 1946
Bodas de Caná 1946
Multiplicação dos pães 1947
O levedo dos fariseus 1948
O pão do céu 1949
A tentação de Jesus 1951
Prodígios na morte de Jesus 1952
Aparições de Jesus depois de sua morte 1954
Desaparecimento do corpo de Jesus

1959
AS PREDIÇÕES

 
CAPÍTULO XVI – TEORIA DA PRESCIÊNCIA

1963
CAPÍTULO XVII – PREDIÇÕES DO EVANGELHO  
Ninguém é profeta em sua terra 1973
Morte e paixão de Jesus 1975
Perseguição aos apóstolos 1977
Cidades impenitentes 1978
Ruína do Templo e de Jerusalém 1978
Maldição aos fariseus 1980
Minhas palavras não passarão 1982
A pedra angular 1983
Parábola dos vinhateiros homicidas 1983
Um só rebanho e um só pastor 1986
Advento de Elias 1988
Anunciação do consolador 1988
Segundo advento do Cristo 1991
Sinais precursores 1993
Vossos filhos e vossas filhas profetizarão 1998
Julgamento final

1999
CAPÍTULO XVIII – OS TEMPOS SÃO CHEGADOS  
Sinais dos tempos 2002
A geração nova 2016